Justiça

 

 

Para que lado pende esta balança?

 

O país ou pelo menos grande parte, aguardava ansiosamente a decisão do Ministro do Supremo sobre o julgamento do mensalão do PT. Mesmo tendo dúvidas sobre o voto do ministro Celso de Mello havia certo sentimento de esperança pairando no ar. Era a vontade quase unânime de ver pela primeira vez neste país a balança da justiça pender pra o lado certo.
Não temos noção do que aconteceu nos bastidores destes julgamentos, mas sabemos que um dia tivemos esperança de poder citar este momento para nossos netos como sendo o momento em que o Brasil viu corruptores poderosos tendo que curvar-se ante a Justiça. Justiça que esperávamos que fosse cega, mas não desprovida de senso moral e bom siso. Poderíamos guardar este dia glorioso no baú das boas lembranças e quando no futuro enfrentássemos situação semelhante seria preciso só abri-lo e ter esperança que a justiça se manifestaria, soberana,paladina, destemida.Bem, o baú vai ficar guardado, espero que para um futuro próximo e a Justiça... Vamos continuar amadurecendo a ideia de que um dia ela será algo alem de um mecanismo nas mãos dos poderosos pendendo para o lado que bem lhes apraz.

Ministro Celso de Mello: Voto decisivo para novo julgamento dos réus do mensalão


Com mais esta medida protelatória estes bandidos poderão tornar-se até presidentes da Republica e já podem fazer publicamente o que certamente faziam às escondidas: rir da justiça comum, rir do Supremo e continuar rindo do povo brasileiro. O mais triste é que em breve, cargos públicos não serão mais disputados por pessoas de bem e com vontade de fazer o lícito e legislar em causa pública. Realizo que num futuro não muito distante os piores escroques, aproveitadores e canalhas tomarão conta dos três poderes, com a plena certeza da impunidade. Até porquê eles serão a lei.
Para aqueles que pensam que isto não os atinge seria muito bom repensar acerca desta opinião. O que acontece em nosso país hoje acrescenta mais imundície a um rio de lama que há muito vem correndo pelos mais altos escalões do poder e quanto maior a impunidade maior também a sujeira, maior também a falta de ética e mais rápido, como corredeira, este charco vai se aproximando de nossos lares e não demora muito,tudo que acreditamos com correto ira descer correnteza abaixo
Não se engane. Corrupção é como doença contagiosa e a impunidade age como seu maior aliado abalando a resistência da nossa nação.
A bíblia nos ensina que devemos orar pelas autoridades para que decretem leis justas e tenhamos então liberdade para ensinar a Palavra de Deus, mas em nenhum lugar está escrito que é certo nos locupletarmos com o poder espúrio que deveríamos combater.
No final de tudo quem tinha razão é o velho Rui Barbosa quando disse: De tanto ver triunfar as nulidades, de tanto ver prosperar a desonra, de tanto ver crescer a injustiça, de tanto ver agigantarem-se os poderes nas mãos dos maus, o homem chega a desanimar da virtude, a rir-se da honra, a ter vergonha de ser honesto. Ele não tinha noção de estava vaticinando para os nossos dias. De uma coisa tenho certeza: Já tenho vergonha da nossa Justiça.